Buscar
  • rubenscalves

Rolo Faca, uma ferramenta fundamental para o manejo de coberturas agrícolas

Atualizado: Ago 24

O Rolo Faca é cada vez mais utilizando no manejo de coberturas agrícolas. Uma vez que é função do produtor rural estar sempre em busca das melhores ferramentas e implementos para realizar as funções de campo de forma efetiva e eficiente. Ainda mais quando se fala em técnicas no sistema plantio direto, que buscam realizar o mínimo de operações possíveis e mexer na estrutura do solo só quando for realmente necessário.


Sistemas de produção como o plantio direto são formados por diversas camadas interconectadas (plantio, adubação, calagem, colheita, rotações e sucessões de culturas, irrigação, pulverizações, manejo da palha...). Nesse sentido, é difícil fazer uma mudança que não afete outros pontos do sistema, portanto praticas de manejos eficientes e bem realizadas são fundamentais. Deste modo, as plantas de cobertura têm uma função fundamental na construção desses sistemas, e grande impacto na produtividade.


O manejo eficiente das plantas de cobertura do ponto de vista agronômico impacta os níveis de infestação de plantas daninhas, habilidade do solo em reter umidade, suporte a uma maior diversidade microbiológica, redução de consumo de combustível e tempo de trabalho. Por isso é tão importante dispor da ferramenta certa para esse trabalho e o rolo faca tem se provado ser o implemento para fazer isso em sistemas de plantio direto, agricultura conservacionista e agricultura orgânica, por ser capaz de derrubar 100% da cobertura verde em uma única passada de forma efetiva.



A função específica do rolo faca é de derrubar, amassar ou picar a vegetação, restos culturas ou plantas de cobertura, facilitando o próximo plantio e formando uma camada verde sobre o solo que pode se manter durante todo o ciclo das culturas, interferindo o mínimo possível no solo. Essa camada verde tem o poder de suprimir a germinação de plantas daninhas, reduzir o número de aplicações de herbicidas, proteger o solo contra a ação erosiva do impacto das gotas de chuva, além de servir como um protetor solar do solo, mantendo uma estabilidade da temperatura e diminuindo a perda de umidade por evaporação.


Certos tipos de equipamentos não precisam ser muito diferentes para serem revolucionários, pequenos ajustes podem fazer o implemento trabalhar de forma muito melhor, salvando tempo, energia e reduzindo os custos de produção. Dessa forma, ao pensar em como melhorar o tradicional implemento, a Indutar trabalhou em conjunto com um produtor rural no desenvolvimento de um rolo faca evoluído, o Rolo Faca Katrina Indutar.


O Rolo Faca Katrina Indutar foi concebido para ser um equipamento fácil de operar e movimentar. Ele é auto transportável, possui um conjunto de rodados e sistema hidráulico único de conversão em modo transporte e trabalho no sentido horizontal, sem sobrecarregar a estrutura metálica e o sistema hidráulico. Tem a ideia de ser um equipamento forte e fácil de manter, um projeto inteligente com poucos pontos de quebras e rolamentos, e a capacidade de copiar o solo de forma efetiva. Possui um conjunto de facas paralelas e intercaladas para trabalhar de forma mais suave, sempre mantendo contato com o solo, realizando um corte ou amassamento efetivo da vegetação. A capacidade de lastrear os rolos com água, aumenta o seu peso e ajuda na melhor realização do serviço, uma vez que o peso tem papel fundamental sobre a pressão das facas no solo.



Facas cegas ou afiadas?

Para o controle de plantas daninhas é importante manter o mínimo de solo descoberto possível, portanto, nessas situações, é interessante trabalhar com o conjunto de facas no lado cego, pois assim a vegetação e o seu sistema vascular são amassados e não cortados, evitando a exposição do solo e de sementes de plantas daninhas na superfície. A opção por facas afiadas se dá quando o objetivo for de picar a palhada na cobertura do solo, como do milho por exemplo, melhorando a plantabilidade da lavoura e acelerando a decomposição dos restos culturais.


Rolo faca em áreas úmidas?

O rolo faca pode ser utilizado em solos secos e úmidos, o sistema plantio direto com plantas de cobertura tem a vantagem de poder ser utilizado tanto em áreas úmidas como secas, sem gerar problemas de compactação de solo, uma vez que a cobertura distribui o peso do trator em uma superfície maior.


Manejo pré plantio das coberturas agrícolas

O rolo faca é muito utilizado para melhorar as condições de plantabilidade das lavouras, derrubando e picando os restos das culturas antecessoras. Essa prática tem por objetivo deixar a área uniforme para o plantio, evitando problemas de embuchamento de plantadeiras, reduzindo paradas e perdas de tempo. Para um bom serviço, o uso de lastro nos rolos é importante, assim com o conjunto de facas afiadas paralelas. Essa prática também é benéfica para a ciclagem de nutrientes e melhorar a incidência da luz solar sobre as plântulas recém germinadas.


Controle de plantas daninhas

O controle de plantas daninhas de forma efetiva deve ser realizado com base em um conjunto de práticas, que vão desde a rotação de culturas, do uso de diferentes princípios ativos de herbicidas e do conjunto de métodos culturais e mecânicos, ajudando inclusive na redução e controle de plantas daninhas resistentes a herbicidas. A ação do rolo faca tem a capacidade de reduzir em pelo menos uma aplicação de herbicida. O objetivo é a formação de uma camada verde volumosa capaz de suprimir a germinação das sementes de plantas daninhas, para tal recomenda-se cultivar e realizar o acamamento de plantas de cobertura durante estágio de grão leitoso, no final do ciclo de vida da planta, com as facas no lado cego, quando ela está com o máximo de acumulo de reserva, crescimento radicular e de parte aérea, esmagando e matando as plantas de cobertura de forma efetiva e criando uma cobertura verde volumosa.


Como melhor utilizar o rolo faca?

Quando bem utilizado, o rolo faca pode ajudar na redução dos custos de produção. Acima de tudo isso se dá através da melhoria das condições de plantio das lavouras, redução nos custo de controle de plantas daninhas, e eliminação de custos "escondidos", como das paradas nas operações de plantio, perdas de umidade e fertilizantes. Afinal, como em qualquer atividade, é importante saber utilizar de forma ótima as ferramentas de trabalho, e o mesmo ocorre com o rolo faca. Em síntese, saber quando usar o lado cego ou afiado das facas, como melhor pressionar as facas sobre o solo, quais as melhores espécies de plantas de cobertura (nem todas as espécies de plantas de cobertura morrem pela ação do rolo faca), o ângulo de operação (pode ser de 30 a 90° das linhas de plantio), assim como a realização da rolagem na fase certa (como a fase de florescimento e grão leitoso das plantas de cobertura). Esses cuidados tem a capacidade de melhorar em muito a eficiência e os resultados da operação. Em conclusão, o rolo faca contribui na construção de um solo fértil e de alta produtividade, preservando os nutrientes, a água e a matéria orgânica, sendo capaz de atender as demandas das culturas de alto potencial produtivo. Ao rolar a palhada e as plantas de cobertura se estimula a ciclagem e a transferência dos nutrientes de uma safra para outra, construindo uma agricultura sustentável. Por fim, a pratica e o capricho do operador são pontos fundamentais para alcançar o sucesso e os melhores resultados, busque sempre melhorar e aprender mais.


Conheça também a plataforma de milho Magna Indutar e a linha de carretas graneleiras Appoio Indutar.




72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo